single-post

Dólar cede nesta segunda feira, mas se mantém em alta

53 dias atrás - Em: 27/08/2018 01:51


O dólar anda balançando os mercados no mundo inteiro nos últimos dias sendo que na última semana chegou acumular uma valorização de 5% sobre o real.

Monitorando cenários externos e o noticiário sobre a campanha eleitoral no Brasil, na sexta-feira o dólar encerrou o pregão em queda de 0,42%, mas mesmo assim sendo comercializado a 4,10%. Essas incertezas geram nervosismo no mercado mundial e um aumento da demanda, porque diante da necessidade de proteção os exportadores e as empresas com dívidas em dólar, preocupados, acabam correndo para compra e ajudam ainda mais a elevar o preço da moeda americana.  

A maior preocupação neste mês de agosto, são daqueles turistas que fizeram viagens no mês de julho, época de férias escolares e gastaram em dólares, usando cartões de crédito e agora estão recebendo as faturas bastante inflacionadas. Quando eles fizeram essas compras, lá fora, o dólar estava menos de R$ 3(três reais) aqui no Brasil e na hora de pagar a conta, se veem “lesionados” com o fato de que a moeda americana, na conversão, passa de R$ 4 (quatro reais)

O ideal seria que o pequeno investidor, neste momento, evitasse as especulações e tivesse objetivos claros ao aplicar. Durante o período de campanha eleitoral, a postura recomendada é um olho no Brasil e outro no exterior, minimizando, assim, as perdas para quem trabalha com esse mercado.

A previsão do mercado e dos economistas é de que a moeda valorize ainda mais, podendo chegar aos R$ 4,3 reais, neste cenário de incertezas políticas, enquanto não sair o resultado das eleições. Conrado Navarro especialista em finanças pessoais afirma que “independente de quem ganhar a eleição presidencial, terá que fazer alguns ajustes do ponto de vista fiscal.”