ELEIÇÃO PRESIDENCIAL NO URUGUAI VAI PARA O SEGUNDO TURNO

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL NO URUGUAI VAI PARA O SEGUNDO TURNO


Os primeiros resultados oficiais mostram que a eleição presidencial no Uruguai será definida no segundo turno entre Daniel Martínez, da governista Frente Ampla, de esquerda, e Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, de centro-direita. Com pouco mais de 60% dos votos apurados, Martínez aparece com 38,66% dos votos, enquanto Lacalle Pou tem 3 1,09% . Os números batem com as pesquisas de boca de urna, divulgadas logo após o fechamento das urnas e que já sinalizavam um segundo turno.
No Uruguai, como no Brasil, a vitória no primeiro turno exige 50% mais um dos votos válidos. Segundo as autoridades, mais de 90% dos eleitores foram s urnas.
Logo depois de votar, Martínez disse que estava sereno e que “fez tudo que precisava ser feito” durante a campanha. Para ele, o Uruguai é hoje um “oásis de certezas” em uma América Latina que enfrenta protestos em Chile, Haiti, Bolívia e Colômbia. Após os números de boca de urna, ele disse que já está analisando possíveis alianças, ressaltando que não vai trocar apoios por cargos.
— Já demos início ao caminho do diálogo — afirmou. — O povo decidirá por certezas, não por um cheque em branco.
Lacalle Pou , por sua vez, também afirmou estar tranquilo, uma vez que “depositou tudo nesta campanha”. Ele fez comparações com sua primeira tentativa de se eleger presidente, em 2014, quando foi derrotado pelo atual chefe de Estado, Tabaré Vazquez, no segundo turno. Para Pou, se trata de “aprender o tempo todo e escutar muito”. No primeiro discurso após a boca de urna, afirmou que a mensagem dos eleitores era de que uma alternância de poder era necessária.



Compartilhe