single-post

Candidatos ao governo de Goiás nas eleições de 2018

113 dias atrás - Em: 18/08/2018 03:53


 Alda Lúcia Souza (PCO)

O Partido da Causa Operária (PCO) anunciou a escolha de Alda Lúcia Souza como candidata a governadora de Goiás nas eleições de 2018. O candidato a vice, que integra a mesma legenda, é José Geraldo da Silva.

A decisão foi tomada em convenção realizada em 4 de agosto, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Daniel Vilela (MDB)

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) oficializou neste sábado (4) a candidatura de Daniel Vilela ao Governo de Goiás. O anúncio foi feito durante a convenção do partido, em Goiânia. O candidato a vice-governador que compõe a chapa é Heuler Cruvinel (PP).

Filho do ex-governador de Goiás Maguito Vilela, Daniel Vilela tem 34 anos e nasceu em Jataí, no sudoeste goiano. Formado em direito, ele foi eleito deputado federal em 2014. Antes, o político já havia sido vereador de Goiânia e deputado estadual.

José Eliton (PSDB)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) confirmou a escolha de José Eliton para disputar a reeleição ao Governo de Goiás nas eleições de 2018. A candidatura do tucano foi lançada em convenção no Ginásio Goiânia Arena, na capital, que contou com a participação de outros 10 partidos. A coligação definiu a ex-secretária de Educação, Raquel Teixeira (PSDB) como vice.

José Eliton é o atual governador do Estado de Goiás, após ocupar a vice-governadoria por 7 anos e 3 meses. É natural de Rio Verde, no sudoeste Goiano, mas cresceu e estudou em Posse, no nordeste goiano. Além de vice-governador, José Eliton acumulou as funções de presidente da Companhia Energética de Goiás (Celg-Par), em 2011, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação, em 2015, e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária por quase dois anos, até 2017.

Kátia Maria (PT)

O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializou a escolha da professora Kátia Maria como candidata ao Governo de Goiás nas eleições de 2018. A legenda definiu como vice Nivaldo Santos (PCdoB). A candidatura foi anunciada durante a convenção realizada no diretório estadual do partido, em Goiânia.

Kátia Maria tem 42 anos, é natural de Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia, é professora e consultora de gestão e planejamento. A candidata é formada em pedagogia e tem mestrado em estudos socioambientais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Começou a vida política no Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Senador Canedo e, na sequência, iniciou a atuação no Partido dos Trabalhadores.

Marcelo Lira (PCB)

O Partido Comunista Brasileiro (PCB) confirmou a candidatura de Marcelo Lira para a disputa do Governo de Goiás nas eleições de 2018. A candidata a vice é Bruna Venceslau, da mesma legenda. A decisão foi tomada em convenção realizada em 19 de julho.

Esta é a primeira vez que Lira disputa uma eleição. Ele é formado em ciências sociais e filosofia, tem mestrado e doutorado em ciências sociais e pós-doutorado em história.

Ronaldo Caiado (DEM)

O Democratas (DEM) confirmou neste sábado (4) a escolha de Ronaldo Caiado como o candidato ao Governo de Goiás. A candidatura foi lançada durante a convenção realizada em Goiânia, que contou com a participação de outros 12 partidos. A coligação ainda definiu o deputado estadual Lincoln Tejota, do PROS, como vice.

Natural de Anápolis, a 55 km de Goiânia, Ronaldo Caiado, de 68 anos, é médico e produtor rural. Ele foi eleito deputado federal por cinco vezes. Em 2014, Caiado se tornou senador. Esta é a segunda vez que ele concorre ao cargo de governador de Goiás.

Professor Weslei Garcia (PSOL)

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou em 29 de julho, durante convenção em Goiânia, a candidatura do Professor Weslei Garcia, de 35 anos, na disputa pelo Governo de Goiás. A candidata a vice, também do PSOL, é Erenilda de Assis, conhecida como Nildinha, de 44 anos.

Weslei Garcia nasceu em Taguatinga, no Distrito Federal, em 1983. Em 2004, Weslei Garcia passou no concurso da Prefeitura de Valparaíso de Goiás, no Entorno do DF, para onde se mudou. Desde 2005, ele passou a integrar o PSOL.