single-post

Candidatos ao governo do Maranhão nas eleições de 2018

62 dias atrás - Em: 18/08/2018 04:02


Flávio Dino (PCdoB)

O PCdoB definiu o nome de Flávio Dino como candidato ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 28 de julho, em São Luís. O candidato a vice-governador é o empresário Carlos Brandão, do PRB.

A coligação que apoia a candidatura de Dino se chama "Todos pelo Maranhão" e é composta pelo PCdoB, PDT, PRB, PPS, PTB, DEM, PP, PR, PTC, PPL, PROS, AVANTE, PEN, PT, PSB e Solidariedade.

Atual governador do estado, Flávio Dino é advogado, professor e ex-juiz federal. Já foi deputado federal e também presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Dino tem 50 anos, foi eleito governador do Maranhão nas eleições de 2014 e agora tenta a reeleição.

Maura Jorge (PSL)

O PSL confirmou o nome de Maura Jorge como candidata ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 4 de agosto, em São Luís. O candidato a vice-governador do estado é o tenente-coronel Roberto Filho (PSL). Roberto Filho tem 28 anos e atualmente é chefe da comunicação da Polícia Militar do Maranhão.

A coligação que apoia a candidatura de Maura Joge se chama "Renovação de verdade" e é composta pelo PSL e o PRTB.

Maura Jorge é formada em Direito e está na política há 27 anos. Ela já foi eleita deputada estadual quatro vezes e prefeita duas vezes da cidade de Lago da Pedra, onde nasceu.

Odívio Neto (PSOL)

O PSOL confirmou o nome de Odívio Neto como candidato ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 2 de agosto, em São Luís. A candidata a vice é a professora Helena Viana (PSOL).

A coligação que apoia a candidatura de Odívio se chama "Vamos sem medo de mudar o Maranhão" e é composta pelo PSOL e o PCB.

Odívio Neto tem 47 anos e é engenheiro civil, professor universitário e analista ambiental da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA). O candidato ainda não ocupou nenhum cargo político, mas já tentou ser prefeito de São João dos Patos em 2012 e candidato a vice-governador em 2014 pelo PSOL.

Ramon Zapata (PSTU)

O PSTU confirmou o nome de Ramon Zapata como candidato ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 26 de julho, em São Luís. A candidata a vice-governadora é Nicinha Durans, poetisa, que também é do PSTU.

A chapa que apoia a candidatura de Ramon Zapata é composta apenas pelo PSTU e foi registrado no TRE apenas com o nome 'PSTU'.

Ramon Zapata tem 57 anos e é professor da rede estadual e da escola da aeronáutica em Alcântara. O candidato ainda não ocupou nenhum cargo político, mas já tentou ser vereador de São Luís e senador. Agora Zapata disputa o governo do estado pela primeira vez.

Roberto Rocha (PSDB)

O PSDB confirmou o nome de Roberto Rocha como candidato ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 4 de agosto, em São Luís. O candidato a vice-governador do estado ainda não foi definido pelo o partido.

A coligação que apoia a candidatura de Roberto Rocha se chama "União e Coragem para fazer um Maranhão melhor" e é composta pelo PSDB, REDE, PSDC, PODEMOS, PHS e PMN.

Roberto Rocha tem 52 anos e é formado em administração. Ele já foi deputado estadual, duas vezes deputado federal e atualmente é senador.

Roseana Sarney (MDB)

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) confirmou o nome da ex-governadora Roseana Sarney como candidata ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 29 de julho, em São Luís. O candidato a vice-governador é o empresário Ribinha Cunha, do PSC.

A coligação que apoia a candidatura de Roseana se chama "O Maranhão quer mais" e é composta pelo MDB, PSD, PMB, PV, PRP, PSC.

Roseana tem 65 anos e é socióloga. No passado, foi deputada federal entre 1991 e 1994 e depois governadora do Maranhão por dois mandatos, entre 1995 e 2002.

Roseana Sarney ainda foi senadora de 2003 até 2009, quando assumiu o governo do estado após a cassação de Jackson Lago (PDT), que havia sido vencedor das eleições de 2006. Tomou posse em abril de 2009 e depois venceu as eleições de 2010 para governadora, ficando no cargo até 2014.