single-post

Os candidatos ao governo de São Paulo nas eleições de 2018

54 dias atrás - Em: 25/08/2018 06:17


Edson Dorta (PCO)

Partido da Causa Operária (PCO) confirmou neste domingo (5) a candidatura de Edson Dorta ao governo de São Paulo. A vice será Lilian Miranda. A decisão foi oficializada em conferência estadual da legenda, na Zona Sul da cidade.

Dorta tem 46 anos, é formado em direito, e trabalha desde 1994 nos Correios. Ele foi diretor do sindicato que representa os funcionários da empresa federal de 1996 a 1999, e secretário geral da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios em 2001 e 2012.

Natural de Campinas, ele concorreu ao cargo de prefeito do município nas eleições de 2016. Também foi candidato a vice-presidente pelo PCO, em 2010.

João Doria (PSDB)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) oficializou, neste sábado (28), a candidatura de João Doria ao governo do estado de São Paulo. O anúncio aconteceu na Zona Oeste da capital. O candidato a vice na chapa é o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM), ex-secretário da habitação na gestão Geraldo Alckmin.

O ex-prefeito da cidade de São Paulo tem 60 anos e é paulista. Empresário, já ocupou outros cargos públicos antes de assumir a prefeitura. É a primeira vez que ele concorre ao governo do estado.

Luiz Marinho (PT)

O Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou oficialmente o nome de Luiz Marinho para concorrer ao governo do estado de São Paulo. A decisão foi oficializada durante a convenção estadual da sigla, realizada no bairro da Liberdade, região central da cidade de São Paulo, neste sábado (28).

Marinho é ex-prefeito da cidade de São Bernardo do Campo, no ABC, e já presidiu o sindicato da categoria na região. A vice, professora de psicologia Ana Bock, foi anunciada no dia 3 de agosto.

Major Costa e Silva (DC)

O partido Democracia Cristã (DC), antigo Partido Social Democrata Cristão (PSDC), oficializou a candidatura do major do Exército Adriano da Costa e Silva, de 41 anos, para concorrer ao governo do estado de São Paulo. A decisão ocorreu em convenção realizada pelo partido em São Paulo no dia 28 de julho.

Costa e Silva tem 24 anos de atuação no Exército, tendo atuado na arma de comunicações desde que se formou na Academia Militar das Agulhas Negras, no Rio de Janeiro. Desde então, atuou em unidades de comunicação no estado de São Paulo e foi professor universitário nas áreas de administração e gestão de projetos.

Marcelo Candido (PDT)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) anunciou a candidatura de Marcelo de Souza Cândido ao governo de São Paulo. A candidata a vice será Gleides Sodré, presidente da Associação Mulher Trabalhista (AMT). A informação foi divulgada na página oficial do PDT-SP no Facebook.

Ex-prefeito de Suzano, Candido foi escolhido para disputar o cargo em reunião da executiva estadual neste domingo (5).

Inicialmente, a legenda tinha anunciado que apoiaria a candidatura de Márcio França (PSB) ao governo. A decisão ocorre após o PSB não confirmar apoio candidatura de Ciro Gomes Presidência da República.

Marcio França (PSB)

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) oficializou neste sábado (4) a candidatura de Marcio Luiz França Gomes ao governo do estado de São Paulo. O anúncio aconteceu na Liberdade, região central da capital paulista.

Marcio França foi vice-governador e assumiu o cargo de governador de São Paulo em abril, quando Geraldo Alckmin (PSDB) deixou o posto para concorrer Presidência da República.

Paulo Skaf (MDB)

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) oficializou, na manhã deste sábado (28), Paulo Antonio Skaf como candidato ao governo do estado de São Paulo. A decisão foi divulgada no bairro Planalto Paulista, na Zona Sul da cidade de São Paulo. A vice é a tenente-coronel da Polícia Militar Carla Basson.

Esta é a terceira vez que o empresário e presidente da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp) disputa o governo do estado.

Prof. Claudio Fernando (PMN)

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) anunciou oficialmente o nome de Claudio Fernando de Aguiar para concorrer ao governo do estado de São Paulo. A decisão foi oficializada por aclamação durante a convenção estadual da sigla, realizada na Câmara Municipal de São Paulo, região central da capital, em 28 de julho.

Ele é de Guarujá, litoral de São Paulo, e tem 37 anos. Já foi secretário de Portos e Aeroportos em Santos e secretário de Desenvolvimento Econômico no Guarujá. Essa é a primeira vez que ele concorre a um cargo público. Há dez anos, é professor universitário de economia.

Professora Lisete (PSOL)

Lisete Arelaro é professora universitária e participou da secretaria municipal de educação em São Paulo com o então secretário Paulo Freire, na gestão Luiza Erundina (Foto: Marcel Lopes/G1)

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou, neste sábado (28), a candidatura da Professora Lisete Arelaro na disputa ao governo de São Paulo. O candidato a vice, também do PSOL, é Maurício Costa.

Lisete Regina Gomes Arelaro é professora universitária e participou da secretaria municipal de educação em São Paulo com o então secretário Paulo Freire, na gestão Luiza Erundina. Foi duas vezes secretária de educação em Diadema e diretora da Faculdade de Educação da USP.

Rodrigo Tavares (PRTB)

Partido Renovador Trabalhista Jovem (PRTB) confirmou neste domingo (29) a candidatura de Rodrigo Tavares da Silva ao governo de São Paulo. O vice será Jairo Glikson. A decisão foi oficializada em convenção do partido realizada na Assembleia Legislativa do Estado.

O PRTB deve ter chapa única nessas eleições estaduais. Ao senado, por enquanto há um nome definido: o de Jair Andreoni.

Levy Fidelix, presidente nacional do partido é candidato a deputado federal.

Rogerio Chequer (Novo)

O Partido Novo definiu o nome de Rogerio Chequer Ranalho Machado como candidato ao cargo de governador em convenção realizada em 26 de julho, em São Paulo. O partido terá uma chapa pura, tendo como candidata a vice-governadora Andrea Menezes.

Rogerio Chequer, de 50 anos, nasceu e cresceu em São Paulo. Formou-se em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP e começou sua carreira como trainee do Deutsche Bank. Em 1994 ele assumiu a administração dos fundos de investimento do banco.

Toninho Ferreira (PSTU)

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) definiu o nome de Antônio Donizete Ferreira como candidato ao governo do estado em convenção realizada em 20 de julho, em São Paulo. Ariana Gonçalves, também do PSTu, será a candidata a vice.

Toninho é ex-metalúrgico e dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região. Ele atua como advogado e ficou conhecido pela defesa dos moradores da ocupação Pinheirinho, em 2012.