Witzel desmente Bolsonaro e diz não ter "bandido de estimação"

Witzel desmente Bolsonaro e diz não ter "bandido de estimação"


O Presidente Jair Bolsonaro e o Governador do Rio de Janeiro não podem ser convidados para a mesma festa. A temperatura se elevou a níveis insuportáveis, após o presidente ter afirmado que foi informado por Witzel que seu nome havia sido citado nos autos do inquérito que apura o assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson. Os ataques de Bolsonaro  se repetiram e Witzel reagiu no mesmo tom.

Na tarde desta sexta-feira, 01,  segundo informa o jornal o Globo, o Governador Wilson Witzel não economizou termos para contra-atacar, ao afirmar que: “ Eu não vazei nenhuma informação sob sigilo aos autos de investigação do caso Marielle . Não tenho bandido de estimação. Seja político, filhos de todo poderoso, miliciano.”

Está muito clara a referência direta ao menos a dois dos filhos do presidente Bolsonaro. Carlos e Flávio Bolsonaro.

Wilson Witzel aproveitou para reiterar o que já havia dito a respeito das acusações que lhe faz Bolsonaro. “ São declarações levianas e sem prova. Uma conduta não incompatível com a democracia. Não vou permitir atentar contra o povo do Rio e a democracia, pois seria crime de responsabilidade”.



Compartilhe